Novos funcionários da Ebserh participam de curso de aleitamento materno no CHC

Abas primárias

As aulas seguem os parâmetros estabelecidos pelo Unicef

 

O Banco de Leite Humano (BLH) do Complexo Hospital de Clínicas da UFPR (HC e Maternidade Victor Ferreira do Amaral – MVFA) está realizando o primeiro curso do ano sobre aleitamento materno. Funcionários antigos estão participando, mas o foco desta edição é nos novos profissionais afiliados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Somando o HC e a MVFA, 36 pessoas estão inscritas para se atualizarem sobre as diretrizes da amamentação. As duas primeiras aulas foram realizadas nos dias 9 e 16 de março, enquanto que as outras duas estão marcadas para 23 e 30 do mesmo mês.

A técnica de enfermagem Ivana Pereira, que entrou no HC pela Ebserh há um ano, aponta a importância desse treinamento. “Mantém-se o aleitamento materno exclusivo para o bebê, principalmente para os recém-nascidos. A atualização constante também é essencial para os profissionais”, diz.

Desde 1995, o Hospital de Clínicas da UFPR é agraciado com o selo de Hospital Amigo da Criança, idealizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em 1990. Este órgão orienta o aleitamento materno e também é um guia para o aperfeiçoamento dos profissionais.

Maria Celestina Grazziotin, enfermeira-chefe do BLH, afirma que os maiores beneficiados são a mãe, a criança e a família como um todo. “Os profissionais, sendo conhecedores dos novos critérios, também vão poder agir dentro das normas para manutenção do Programa da Iniciativa Hospital Amigo da Criança. Com a capacitação, todos podem falar a mesma língua para orientar as mulheres em todos os setores que elas passarem”, finaliza.

Amamentação correta

Ainda em 1990, a Unicef listou dez passos para que o aleitamento materno tenha sucesso:

1 – Ter uma norma escrita sobre aleitamento materno, que deve ser rotineiramente transmitida a toda a equipe do serviço.

2 – Treinar toda a equipe, capacitando-a para implementar essa norma.

3 – Informar todas as gestantes atendidas sobre as vantagens e o manejo da amamentação.

4 – Ajudar a mãe a iniciar a amamentação na primeira meia hora após o parto.

5 – Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas de seus filhos.

6 – Não dar a recém-nascido nenhum outro alimento ou bebida além do leite materno, a não ser que tenha indicação clínica.

7 – Praticar o alojamento conjunto – permitir que mães e bebês permaneçam juntos 24 horas por dia.

8 – Encorajar a amamentação sob livre demanda.

9 – Não dar bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas.

10 – Encorajar o estabelecimento de grupos de apoio à amamentação, para onde as mães devem ser encaminhadas por ocasião da alta hospitalar.

Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) é a estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra, atualmente, 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Imagem(ns): 
Seq: 
1